Páginas

Translate This Page!

sábado, 29 de dezembro de 2012

A Vida É Uma Merda

Bem vindo a REALIDADE! *-*


Ninguém é feliz.
Todos odeiam viver.




Quais são seus objetivos de vida? Sua felicidade sempre irá durar pouco, porque a vida não tem muita coisa boa a oferecer além das coisas que você odeia, ah claro se você for algum otário cujo o sonho é tão comum, vazio e limitado que pode ser descrito em poucas palavras. E quais são eles? Achar o príncipe dos seus sonhos? Ah para!

Posso dizer que o sonho de todo mundo no geral é crescer, ser algum escravo quando crescer, morrer pagando contas, sendo obrigado a dar seu pobre dinheiro para quem irá fuder o seu dia-dia, aguentar pessoas chatas e mal educadas pelos pais ou pela péssima qualidade de ensino das escolas de todo o mundo, com sorte você só irá se incomodar, sem sorte você é espancado ou morto. 

Esta é apenas uma pequena etapa e detalhe do que você irá ou já enfrenta, depois você terá que controlar seus desejos, a sociedade te impondo regras de como você deve ser, do jeito que você deve agir, falar, andar, se vestir, e é bem capaz de você com sua mente fraquinha adotar os péssimos costumes do mundo de gente idiota a sua volta e se tornar mais um idiota, no final você acaba apenas vivendo um teatrinho cujo o único objetivo é agradar a platéia, finja que gostou, finja que se preocupa, finja tudo, não deixe a máscara cair! É bem capaz de você nem precisar de máscara, o mundo a sua volta irá te alienar e te transformar em outro pedaço de carne em decomposição, sem ideias, sem vontade própria, sem sentimentos.

Agora que você faz parte da peça, você deve procurar uma vagina, fuder ela e por um filho no mundo e jurar amor eterno a atriz que você escolheu para ser sua putinha, afinal o homem é superior a mulher, e a mulher é o sexo frágil e tem que ser submissa, escrava sexual de todo homem, e você mulher só tem que fazer um joguinho duro no início para não dar a impressão que você é uma vadia de merda, então coloque a máscara de santa!

Agora você mulher é mamãe, e o que vai dizer ao seu pobre e infeliz filho que veio a este mundo de merda? Que ele será muito feliz, que irá crescer e ser milionário? Nada como uma boa mentirinha tanto para o seu filho quanto para si mesma que teve a coragem de por um filho no mundo sabendo de toda merda que ele iria viver. Mas finja que você gosta da vida, e que a vida é boa, minta para si mesma tudo para realizar seu desejo bobo e infantil de ser mamãe, pois o tempo de brincar de casinha já passou, então trocou o bebe de plástico por um pedaço de carne e ossos, finja que irá amar seu filho para sempre e mesmo que ele cresça e não seja mais o seu bebe fofo você irá amar ele do mesmo jeito.

Você pode fantasiar tudo na sua vida, menos a vontade de meter seu pênis em um buraco apertado e lubrificado, ou sua vontade de sentir alguma coisa te penetrando, hora de tirar a máscara e viver a putaria que é a realidade!

Você não é você!
Você não faz o que quer!
Você não fala o que quer!
Você não ama quem quiser!
Você não é livre!
Seus sonhos não irão se realizar!
Você não é feliz!
Você não é satisfeito!
Você não é rico!
Você não é forte!
Você não tem esperanças!

Tudo que você tem é uma máscara, e é ela que irá te manter vivo.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Minha Evolução

0 ~ 5 anos

Eu nem sabia o que estava fazendo nem falando, o mundo para mim só tinha brilho, nem enxergava direito, cada passo parecia ser uma grande viagem, eu era capaz de me perder em meu próprio quarto, por levar tudo na diversão, e ainda ter uma visão "mágica" e "sútil" do mundo, qualquer tom de voz mais alto e movimentos poderiam ser considerados uma ameaça a minha existência.

5 ~ 10 anos

Ainda nessa fase tudo é uma novidade, muitas perguntas e coisas a descobrir, quem me comandava eram os adultos, que viviam colocando minhocas na minha cabeça, de que Papai Noel, Jesus Cristo, Deus, Saci-Pererê existem, nessa fase eu realmente acreditava que eles existiam, e é claro que com tantas ameaças de: "-Você vai para o inferno, se não fizer isso." eu acabava acreditando, e as mesmas ideias eu acabava passando para outras pessoas, achava um absurdo como alguém não podia acreditar em Deus? o.O

A televisão e as ideias mirabolantes dos adultos é que faziam a minha mente, nunca tive liberdade de opinião e de escolher no que acreditar, e acho que este é a realidade de muitas pessoas, mas também uma criança na idade citada acredito que ainda não tenha a capacidade de tomar suas próprias decisões, mas acredito que ensinar a respeitar e ser uma pessoa "boa" já é suficiente na criação de uma criança, não precisa ficar tratando a mesma como um retardado mental falando de fantasminhas, fadas e etc.

Apesar de ainda não ter uma visão do certo e errado, sempre me questionei do porque que tratavam as pessoas de forma diferente, somos todos humanos ou não? Por que chamar uma pessoa disso e outra daquilo? Nesses tempos eu ainda acreditava no "negro", e no "roqueiro" revoltado, satanista, ou depressivo, minha capacidade de ampliar meus pensamentos ainda era pequena, e a mente alienada e pequena dos adultos também não ajudava, não preciso dizer que por pouco não virei um nazista.

10 ~ 15 anos

A famosa fase da "descoberta sexual", minha mente em contradição comigo mesmo, aquela visão de que eu sou um criminoso e posso ser preso, ou eu não sou quem eu sou, eu olhava para a televisão via bichas, travestis sendo representados como "homossexuais", me perguntava porque eu não era igual. Acabei criando coragem para acessar sites pornos apenas para ver se eu não era o único assim diferente daquilo que chamavam de "homossexual", pois para mim o homem que é homossexual devia se vestir com trajes femininos ou próximos disso, andar rebolando, falar fino, e eu não era absolutamente nada disso, isso me fez questionar se não era apenas uma fase, e que eu devia na verdade ser heterossexual.

Foram anos pensando que eu era algum doente, criminoso, alguma aberração, até tentei aceitar o comportamento estereotipado do homossexual, mas eu não podia forçar, não achava aquilo legal, me mudar para me encaixar em alguma tribo e ser aceito pelos demais.

Os meus primeiros indícios de que eu não curtia uma xota foram muito antes dos 10 anos, por mais que eu quisesse achar uma mulher "gostosa", meu interesse maior sempre foi pelo mesmo sexo, isso foi lá pelos 6 para cima, mas nesse tempo eu nem pensava em sexo, nem sabia o que era tesão nem gozar, na maioria das vezes era apenas um impulso da sociedade machista que obrigava todo mundo a gostar do sexo oposto o mais cedo possível.

Ainda nessa fase eu tinha meus preconceitos, e foi aí que minha mente começou a ser formada, minhas opiniões doentias e preconceituosas, fiz e falei coisas que até hoje eu me arrependo, foi uma fase em que monstros criavam uns aos outros, um ia compartilhando seu preconceito com outro, gerando um grande conflito no futuro, pois eu iria me tornar outra pessoa (melhor).

No final também deixei de frequentar Igrejas quando percebi que estavam fazendo uma lavagem cerebral em mim, e teatro de apelação emocional para me forçar a acreditar em tudo que sai da boca de qualquer padre, sempre vivi para me divertir, e via que nessas Igrejas as pessoas só iam para chorar e passar por uma manipulação psicológica que no final elas mesmas diriam que saíram se sentindo bem de lá. Nunca acreditei de verdade que seria possível mudar o mundo para melhor conversando com seres imaginários, acho que no fundo as pessoas só fazem pela diversão de acreditar em um mundo "mágico" de super heróis. Ao meu ver devemos aceitar o mundo como ele realmente é para se chegar a uma solução para os problemas, e não vai ser fantasiando a mesma que iremos resolver os problemas do mundo.

15 ~ 20 anos

Foi a pior fase da minha vida, vícios em jogos, mente confusa, arrependimentos, decepções.

Nessa fase eu ainda tentava ser igual as outras pessoas para ser aceito em todos os grupos, e quase as vezes eu falhei em tentar isso, inclusive na escola, minha máscara era absurdamente visível por aqueles que tinham uma visão mais ampla do mundo.

Eu tive o privilégio de estudar com pessoas que eram completamente diferentes do mundo a fora, tudo que eu sofri (ok nem sofri tanto) no segundo grau foi até bom, foi aí que eu fui me tornando uma pessoa melhor, aquele monstro no final se tornaria o oposto, meus preconceitos começaram a ser curados, não vou dizer que essas pessoas (meus colegas) que me fizeram enxergar as coisas de maneira diferente e mais amplas são pessoas boas, mas o que elas me fizeram foi ótimo, pois eu acabei pagando por tudo que eu fiz e por tudo que eu era.

No final eu acabei percebendo o valor de ser você mesmo, mas eu ainda estava me curando e ampliando a minha visão sobre o mundo.

Foi nessa fase também que eu comecei a deixar de crer em todas as besteiras que os adultos acreditam, em Papai Noel, Deus e etc. Simplesmente não via sentido em acreditar ou não nessas coisas, para mim tanto faz acreditar ou não, se ele existe ele caga e anda para "seus filhos", e se não existe, vai continuar tudo como está,

20 ~ 25 anos

Acho que foi aí que eu acabei me aceitando 100%, não é muito difícil depois que você se desliga de rótulos e pensa apenas no ser humano, não é um benefício só seu, mas de todos, você não olha para cada pessoa de um jeito diferente por gostar disso ou daquilo, ser isso ou aquilo, o que existe é apenas "o ser humano". É aí que o verdadeiro caráter da pessoa ganha valor, e você não julga as pessoas pela aparência, gosto musical, onde mora, de onde veio. Eu sei que estamos em um planeta cheio de humanos em volta dele, e não brasileiros ali, argentinos ali, eu sou igual aos que me cercam, e a diferença não pode ser vista com os olhos.

Nessa fase eu também me desliguei completamente da televisão, foi uma experiência incrível, você fica desorientado, sem saber o que fazer, sem saber o que está acontecendo no mundo, no final quando você sabe já é tarde e descobre que foi apenas mais alguém que morreu, mais alguma enchente, e descobre que aquilo também não faria diferença na sua vida. Você acaba descobrindo o mundo a sua volta, acaba conhecendo o interior das pessoas a sua volta, porque rótulos são apenas máscaras, você pode se vestir de preto e dizer que gosta de "metal pesado", você pode sorrir e mostrar que é feliz, mas só com uma visão muito pura e ampla da vida que você consegue enxergar através dos olhares, tom de voz, expressão facial, costumes, atitudes.

Quando você desligar a TV completamente, vai perceber o valor que tem o que está a sua volta, o valor de uma opinião qualquer, o valor de estar vendo algum desastre acontecer ao vivo, e ver realmente de perto como é o sofrimento das pessoas que foram vítimas, coisas que uma tela não é capaz de exibir.

Com a total ampliação da minha visão sobre o mundo e as pessoas, cheguei a conclusão de que eu não posso mudar o que as pessoas pensam, nem força-las, os monstros que eu ajudei a criar me feriram durante anos, e eu resolvi me afastar deles, evitar contato, suas palavras ofensivas ao se referirem a uma vida, um ser humano como objeto, ou uma aberração que deveria ser eliminada depressa, ou um palhaço ridículo que apenas servem para fazer os outros sorrirem, quando na verdade estamos falando de um comportamento natural da pessoa e deveríamos ter respeito pela pessoa, não é com este tipo de gente que eu quero andar nem conversar.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

A Aceitação


Coloque a sua máscara se quiser ser aceito,
Finja se preocupar com o mundo a sua volta,
Finja concordar com a opinião fútil e vazia alheia...

domingo, 2 de dezembro de 2012

Voyage To Avalon (Orchestral) - Tradução

"Avalon, distante ilha legendária...
...de macieiras e brumas...
Avalon, quando chegará o dia?
Ilha de valentes, onde descansam os heróis...

...tantos bravos são decepados...
...e heróis jazem caídos.
Como a luz, a morte reluzente se aproxima...
...os espectros aparecem...
...e os envolvem na escuridão...
...como a noite negra cai.

Avalon, os heróis partem...
...para àquela ilha legendária...
Avalon, ilha de fantasmas...
Avalon, paraíso das sombras...
Agora, com as Nove Irmãs...
...através das bruma...
...o barco parte...
...para Avalon."




Tradução por: The-Prophecy
Baixado em: http://www.subtitlecube.com/download-subtitles/avalon:338606
Filme Avalon (Mamoru Oshii, 2001)

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

A Fuga

"I have taken a pill to kill the thin papery feeling."

Aquele que foge do comum irá se tornar comum entre os incomuns.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

O Suicídio


Lá no alto cada gota voava com o vento,
Minha história me dizendo que eu devo pular,
Meu fim estava a um passo a minha frente,
Cansado de esperar para ver como será o dia seguinte,
A tristeza já havia dominado meu interior,
Meu rosto não conseguia mais sorrir,
Meus olhos úmidos tentando segurar cada gota de lágrima,
Rastros de lágrimas secas no meu rosto,
O passo para a liberdade estava próximo,
O fim da minha existência,
A vida que nunca foi amada por ninguém,
Se tornou um cadáver amado.

sábado, 3 de novembro de 2012

Matéria tendenciosa sobre a Zombie Walk no Diário Catarinense (DC)

Nesta sexta-feira aconteceu provavelmente a maior Zombie Walk aqui de Florianópolis, cada ano que passa mais pessoas participam do evento, consequentemente fica cada vez mais difícil controlar tantas pessoas, sendo um evento público, não temos direitos de dizer o que fulano pode ou não fazer, cada um responde pelos seus atos. Vamos dar uma analisada na matéria postada pelo Diário Catarinense sobre a Zombie Walk.

Centenas de zumbis invadiram a Praça XV no Centro de Florianópolis na tarde desta sexta-feira. A Polícia Militar não tem ideia de quantos eram, e reclama que o evento não foi planejado adequadamente e não foi pedido acompanhamento da PM. Para qualquer um que tenha passado pela praça entre as 15h e às 17h30m, durante a concentração dos mortos-vivos, fica claro por quê. A Zombie Walk Floripa foi composta por uma imensa maioria de adolescentes e jovens que esperavam já encontrar o evento organizado, não organizar eles mesmos o que quer que fosse.

Primeiramente acho que a Polícia Militar não precisava ajudar, pelo menos que eu lembre dos anos anteriores não teve a ajuda de polícia nenhuma e ocorreu tudo bem, eles ajudaram porque quiseram, então eles não tem o que reclamar. A Zombie Walk tinha pessoas de diversas idades, e das poucas que eu conversei todas tinham mais de 18 anos, essa foi uma tentativa falha de taxar o evento como coisa de criança, e só olhar a quantidade de pessoas, não dá para esperar um evento organizado, Parada da Diversidade, Carnaval e outros eventos também não são organizados.

Com roupas rasgadas, muito sangue artificial, lentes coloridas, maquiagem simulando feridas, dentes falsos, machados de borracha e tudo mais que vai nessa linha, o público que atendeu ao evento internacional realizado pela sexta vez em Florianópolis acabou transformando o centro histórico da cidade em uma festa a céu aberto. Apesar de vestidos de zumbis, o objetivo não era assustar, muito menos horrorizar, mas encontrar os amigos num ambiente atípico, para conversar, beber, fumar... Essas coisas todas que as pessoas já fazem em festas (e praças) todos os dias.
Cada um foi com um objetivo diferente, tinha pessoas fazendo de tudo lá, mas maioria primeiramente foi porque gosta de se fantasiar, porque gosta de zombies, foi para fazer novos amigos e encontrar velhos amigos. O único objetivo era se divertir, e cada um tem seu jeito de se divertir, o evento não é para assustar nem horrorizar, fazer isso com outras pessoas pode dar processo, todos sabem que nem todo mundo que anda na rua gosta disso. Quanto ao fumo e bebidas eu não vi muito disso não, e as pessoas não fazem isso em todas as festas e praças todos os dias, as pessoas fazem coisas diferentes, e cada um tem seu jeito de se divertir; repetindo, Zombie Walk é um evento público, não dá para ditar regras do que pode ou não fazer.

Apesar de achar essas entrevistas falsas, vou responder também...


Os alunos da Escola Getúlio Vargas, do Saco dos Limões, marcaram presença. Numa galera que tinha entre 13 e 17 anos, eles resolveram juntar os amigos e participar.— Mas eu esperava música, decoração — dizia Manoela, de 15 anos.
Definitivamente essa garota não sabe o que é uma Zombie Walk.


Já Geovana, aluna do Coleginho, participou da Zombie Walk sem os pais saberem.— Eu estou aqui escondida. É que eles acharam que devia ter algum responsável com a gente — declarou a menina de 13 anos, que é fã de zumbis e estava achando muito realistas as fantasias.
Se ela está ali escondida a culpa não é do evento nem dos organizadores, e dá próxima vez ela que leve a babá junto com ela para tomar conta dela, quanto aos zombies realistas, bom saber disso, isso é um elogio.

De mãos dadas com o namorado, será que a intenção era ter uma tarde romântica?
— Não, eu vim com uma amiga, não sabia que ele vinha.
Bom, pelo número de casais passeando pela praça, parece que muita gente achou que sim. E pelo número de garrafas de vodka barata que ficaram pelo chão, não dá para dizer que os pais de Geovana estavam errados. 
 Alguém obrigou ela a beber?

Os zumbis de Florianópolis são assim, atípicos. Queridos, ofereciam abraços, não podiam ver uma câmera que já faziam pose, trocavam receitas de sangue artificial (é melhor com corante artificial ou misturando mel e tinta?).
Acho que o DC ficou indignado, pois foram lá super animados esperando brigas, no entanto não aconteceu nada que desse uma matéria chocante sobre violência, tanto que tiveram que procurar e inventar motivos para sujar o nome do evento.


Atrapalharam também. Causaram congestionamento na Avenida Beira-Mar, mexeram com os carros. Perturbaram o sossego do Seu Irival, da banca de jornal da praça XV, que passou o dia atendendo adolescentes ensanguentados.— Esse povo todo sujo — como ele mesmo disse.
 Carnaval também atrapada, e muito mais pelo número de pessoas, Parada da Diversidade também atrapalha, quem atrapalha são essas pessoas que se incomodam com qualquer coisa, povo chato e fresco...


Podia ter sido um dia de liberação, de negar padrões, de experimentar outra realidade. Mas é que maquiagem não costuma resolver questões adolescentes. Que os digam os amigos que resolveram comprar na banca do seu Irineu, mas com vergonha do sangue nas roupas, disputavam na entrada:— Ah, não, entra você, compra para mim, por favor.— Só entro se você entrar. Vem comigo.E pensar que os zumbis costumavam invadir cidades inteiras sem pedir licença. rari
 Negar padrões que a mídia impõem né? Vocês ficaram tristes que não teve desrespeito e invasões, "quebra-pau", a Zombie Walk não rendeu a matéria que vocês queriam de verdade, fato!



sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Quem (quase) Matou O Orkut?

Hoje em dia o Orkut está praticamente morto, primeiro veio a popularidade do Facebook, depois a Google criou o Google+ que apesar de muitos dizerem que não "compete" com o Facebook, devido as várias semelhanças, compete sim com o Facebook.

Mas muitos se perguntam, porque do nada o Facebook se tornou tão popular, e o que (quase) matou o Orkut?

A resposta é muito simples, um site qualquer até mesmo rede social, sobrevive de números de acesso, e claro que também precisa ter um bom conteúdo e movimento para ser valorizado.

Primeiro devemos nos perguntar o que é uma Rede Social? A resposta está no próprio nome, "social", então uma rede social foi feita para se fazer novos amigos, para conhecer pessoas novas, porém os próprios usuários do Orkut transformaram o Orkut em uma "Rede Anti-Social".

Mas como assim Rede Anti-Social?

Simples, eu assim como muitos tinha perfis "falsos", outros usuários nem tinham perfis falsos, mas para outros o mesmo poderia ser considerado falso.
Quem usa (ou usava) o Orkut moderadamente já deve ter se deparado com comunidades cujo na descrição estava "Proibido fakes". Na imagem abaixo podemos ver isso entre outras coisas que mataram a Rede Social.

(fake = falso, ou perfil falso)


O problema de proibir fakes é que cada um tem uma visão diferente do que é um "fake", e nem todos gostam de expor seu nome ou foto real na rede social, e criar um perfil que se "pareça" real também é muito fácil, basta roubar fotos de qualquer fotolog e colocar um nome comum.

Uma das melhores coisas no Orkut sempre foi a interação que se tinha nas comunidades, porém isso foi ficando cada vez mais limitado e restrito com os famosos tópicos [FIXOS].


Em alguns casos realmente era necessário para manter a comunidade organizada, porém no exemplo a cima, vemos até tópicos fixos para notícias de um jogo específico, e os usuários não queriam comentar em um tópico velho que já foi discutido um monte de outros assuntos relacionados ao jogo, as pessoas queriam "criar" novos tópicos. Em alguns casos esse negócio de tópicos era tão radical, que em algumas comunidades você precisava pedir permissão ao dono ou moderador da comunidade para criar um novo tópico, e a penalidade para quem não seguia as regras era banimento.
Tudo isso sem dúvidas limitou muito a interação, quando a "moda" pegou matou muitas comunidades, e hoje a desvalorização das comunidades é tanta que até muitos moderadores sequer aparecem na própria comunidade, e as que estão "ativas" é porque os próprios moderadores tem se esforçado para manter a comunidade viva.

Excesso de Regras

Outra coisa que matou o Orkut foi o excesso de regras, tinha até tópicos em que só dono e moderadores podiam postar, tinha regras para membros e moderadores, o que fez do Orkut um sucesso foi a bagunça mesmo, depois do Orkut acabar com o Anonimato (a opção de postar em anônimo), os usuários começaram a proibir fakes, o que acabou de vez com a farra.

Facebook X Orkut

Uma coisa que muitos gostavam de fazer no Orkut é espiar o perfil alheio, olhar as fotos, informações pessoais, comunidades e amigos da pessoa, e o Orkut nunca foi muito voltado para isso, o sucesso do Orkut era as comunidades. Então o Facebook começou a ser reconhecido e se popularizar no Brasil, e como brasileiro é metido e fofoqueiro, o Facebook virou uma ferramenta perfeita para ficar de olho nos outros, claro que tem também aqueles que migraram para o Facebook por modinha por achar "chique" usar o que o pessoal de fora usa, a mesma coisa você trazer uma camisa de fora, vai achar mais chique do que comprar uma aqui no Brasil.

Atualmente o Facebook tem sido uma ferramenta de sucesso para marcar protestos, a parte de eventos é outro destaque forte do Facebook, o que permite que qualquer evento que você organize vire uma viral, e se cair no gosto do povo, você verá cada vez mais pessoas confirmando suas presenças.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Manicômio Sangrento


Parede de vidro em volta de mim
Muitas mãos sujas de sangue batendo do lado de fora
Humanos em volta de mim
Eles podem me machucar
Vidro rachando
A morte se aproxima

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Dishonored

Você É Odiado


Tenha certeza de que alguém te odeia,
Alguém deseja a sua morte,
Alguém te olha como um objeto frágil,
Alguém te acha inútil,
Alguém vê defeitos em você que você não vê.

Ao mesmo tempo que você controla as peças do jogo,
Você é a peça do jogo de outra pessoa,
As cartas foram divididas,
Você está jogando sem saber.

Quando o jogo terminar,
O seu fim irá chegar,
O vencedor irá chorar,
Para o seu público agradar,
E a confiança deles conquistar.

Os jogadores fazem as regras,
E você deve segui-las.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Miragem



Os sonhos passam diante dos meus olhos
E eu não posso realiza-los sem lutar
E sem meus sonhos não tenho forças para lutar
O tempo passa e meu me simpatizo com a morte
Ninguém parece se importar
A morte será a única a me livrar de toda tristeza

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Recomendações de Filmes

Alguns filmes legais para você assistir com a família e amigos (=

Centopeia Humana


Eu pensei que iria ser apenas um filme trash, mas o filme tem a sua introdução, sua historinha no inicio, não começa já com a experiência, e não parte logo para o "ataque", tem seus momentos de tensão, aquelas partes em que você torce para a vítima conseguir escapar, isso é muito bom, os efeitos especiais do filme também são bons, se você se colocar no lugar das vítimas pode ser que você tenha uma certa dor de barriga e sinta vontade de vomitar. E felizmente este não é mais um filme de grupo de jovens burros e um maníaco a solta.

O filme ainda causou algumas polêmicas, de pessoas idiotas curiosas que assistem coisas que sabem que não vão gostar: http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/diversao/2012/08/29/307653-diretor-de-a-centopeia-humana-diz-que-recebe-ameacas-de-morte-em-razao-dos-filmes#3

Centopeia Humana 2


Se você ficou com nojo, raiva, ódio e medo do primeiro fique longe deste, ele deve te causar 2x o sentimento que você teve com o primeiro, ou talvez um novo sentimento, como foi no meu caso, o primeiro eu achei legal, e é tenso em algumas partes, já nesse o sentimento de ódio e nojo foi maior, esse é mais bizarro e sombrio, talvez não tão sombrio, mas bizarro com certeza. 
Pensei que por ser uma continuação ele seria inferior ao primeiro, mas eu me surpreendi, pois ele consegue explorar um novo estilo sem perder a essência, o foco do filme. Ele se manteve ao mesmo nível do primeiro, apesar de eu ter notado alguns pontos negativos ainda sim consegue ser bom como o primeiro.

O Albergue


Quem gosta de jogos mortais O Albergue é um prato cheio, a diferença é que a história é muito melhor e  mais convincente, depois de assistir esse filme você não vai querer se aventurar pelo mundo a fora e confiar em qualquer um hehehe ^^'

O Albergue Parte II


Eu não sei escolher qual é o melhor, o primeiro ou o segundo. Olha em termos de tensão e suspense eu achei o 2 melhor, mas o primeiro é muito mais macabro, não tenho certeza, acho que os dois são do mesmo nível. O 2 tem mais surpresas e suspense, isso é fato, de resto ele é do mesmo nível do primeiro.

O que eu achei mais interessante foi que souberam explorar como uma mulher iria reagir, e como um homem iria reagir no primeiro, isso trouxe muito mais realismo aos dois filmes.

Doce Vingança


Achei o filme e as atuações deste filme muito bom, a ideia do filme não é inovadora, mas também não é muito usada, não sei como descrever este filme, mas garante que quem gosta de Sexta-Feira 13 vai gostar, o clima, até mesmo o cenário lembra muito o Sexta-Feira 13. Se eu contar do que o filme se trata talvez estrague o filme, se tiver interesse procure pela internet, não quero estragar o filme de ninguém =( mas garanto que é um excelente filme.

Alucinações do Passado


Esse filme é um daqueles que você precisa assistir pelo menos 2x para entender (ou não), enfim, é um filme tipo Clube da Luta, daqueles que você demora para entender as coisas (ou nunca entende), esse foi o filme que inspirou Silent Hill, e por ser o filme que inspirou Silent Hill as semelhanças com o jogo são muitas, dá para assistir até mesmo sem entender, excelente filme!

Cannibal Holocaust


Um dos filmes mais perturbadores que eu já assisti, não por ser sangrento, ou pelas cenas de crueldade, é porque é um filme sádico, mostra como nos divertimos com a desgraça alheia, a trilha sonora também é um outro fator positivo do filme, que te envolve muito nos acontecimentos do filme. As críticas negativas a respeito deste filme geralmente é apenas o resultado do que o filme propõem, que é "chocar". =P

Madrugada dos Mortos


Eu sei que filmes de apocalypse zombie já estão saturados, porém está saturado de porcaria, e esse é um filme que se destaca no meio dessas porcarias, quem gosta de filmes de zombie é obrigatório assistir esse.
Aqui não temos uma explicação exata de como tudo começou, aí fica a critério do expectador pensar nisso, pois o filme até meio que tenta contar, mas ele mostra vários lados.

Medo


Versão Coreana de "O Mistério das Duas Irmãs", aqui temos um terror mais psicológico, não esperem tripas, sangue ou um serial killer caçando as pobres vítimas indefesas, eu não sei como descrever este filme, mas posso dizer que o mesmo guarda muitas surpresas no final, e no decorrer do filme muitas cenas doentias e tensas. Mesmo não sendo o meu estilo preferido eu gostei, pelo menos não é mais um filme de lenda urbana...

Herança Maldita


Se você é como eu, que gosta de uma boa atuação e sentir pena das vítimas, então este filme é para você, pense em criancinhas meigas, fofas, e uma mãe doente prestes a mata-las.... (=

O filme poderia ter mais suspense, mesmo assim vamos pensar nas criancinhas, as atuações foram muito boas para a idade delas, e faz você acreditar que a criança realmente agiria daquela forma na situação que se encontram, e tenho certeza que sim.

domingo, 30 de setembro de 2012

Complexo


Quando você terminar de montar o quebra-cabeça, será tarde...

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Tem Algo de Errado com a Música Brasileira




Você certamente já notou que quando tem algum programa de "caça talentos", os que ganham geralmente são cantores de: samba, axé, sertanejo e pagode. E os poucos que aparecem com um estilo diferente dos citados acabam não ganhando.

Aí você diz "-Mas é por causa da nossa cultura". Então nossa cultura é viver ouvindo as mesmas coisas sempre, e só ouvir porcaria? Eu sei que música é questão de gosto, e aí nesse caso eu posso dizer que gosto não se discute, mas será que a mídia não tem influência sobre o gosto musical das pessoas? A resposta é sim, mas nem todos são influenciados.

"-Mas por que a mídia iria querer influenciar o gosto musical das pessoas?"

A música também é uma mídia, e a mídia tem poder de influência, e cada tipo de música dá uma sensação diferente dependendo de cada pessoa. Cada pessoa escuta um tipo de música com objetivos diferentes, as músicas nos dão diferentes sensações assim como ao ouvir algum tipo de música logo nos vem uma imagem a nossa cabeça, essas imagens também variam de pessoa para pessoa. Mas na prática o que geralmente acontece é que os tipos de músicas citados no início do texto as pessoas pensam em se divertir, beber, fazer sexo e dançar.

Nada de mais em você se divertir, fazer sexo, beber ou dançar, o problema é que isso é usado como um meio de distração de massa. Não é apenas na melodia, mas também nas letras que são manipuladas, basta ver a grande diferença e diversidade de músicas que existe em outros países, se comparadas com as músicas no Brasil, a diferença está na melodia e nas letras, enquanto aqui geralmente o "roqueiro" fala que foi traído, ou que vai se encontrar com a mulher dos seus sonhos, bandas de outros países enchem de letras de duplo sentido, poesias, reflexões.

Os poucos que se aventuram em criar um estilo diferente de som no Brasil com letras inteligentes acabam desistindo da carreira de músico ou tenta fazer sucesso em outros países, pois a mídia de rádio e televisão criaram o gosto musical da maioria do povo brasileiro, e agora é difícil uma pessoa que desde criança foi educada achando que o Brasil é o País do Carnaval, do futebol, cresceu vendo na TV desfiles de escolas de samba, é difícil a pessoa tentar explorar diferentes estilos, fora que você se tornando um fantoche da mídia, você vira um transmissor da mesma visão que a mídia te passa, os amigos e pais também irão te educar com a educação que a TV lhes deu.

domingo, 23 de setembro de 2012

O Vídeo Mais Odiado do Brasil!

A missão foi cumprida, porém a batalha continua, o vídeo do Latino Despedida de Solteiro (Carreira rs) é agora o vídeo mais odiado do Brasil.



O mais engraçado é a mídia tentando "animar" o Latino e fazer ele de vítima, ou o próprio Latino tentando se iludir pensando que um dia as versões pioradas feitas por ele um dia foram sucesso, músicas boas de verdade fazem sucesso por muitos anos, já porcarias como a do Latino duram 1 ano e olhe lá, geralmente só são tocadas por alienados da mídia brasileira, mídia que coloca na cabeça dessas pessoas que somos brasileiros e temos que valorizar as merdas feitas aqui.

Músicos de TELEVISÃO são assim mesmo, quando não copiam o sucesso alheio, ficam na mesmice como Roberto Carlos, ou então criam porcarias como "ai se eu te pego" outro "hit" que não durou nem 1 ano rs.

E para a surpresa de muitos o "cantor" Latino tem um passado nada bonito:
Cantor Latino é acusado de abuso sexual contra garota de 13 anos

Para mim não é nenhuma surpresa, um homem que vê pessoas apenas como "objeto sexual" (como pode-se notar nas músicas).



sábado, 22 de setembro de 2012

Latino - Despedida de Solteiro (Mostre a sua Força Internet!)

Pois é, parece que uma nova bomba foi lançada no Brasil, já temos músicas ruins suficientes no Brasil, desta vez o novo Hit é a música Despedida de Solteiro, que é uma versão lixo dessa música aqui (que é a original), assim como outras músicas de sucesso como aquela Orgia no Apê, o Latino muito oportunista foi lá e pegou a música e fez sua própria versão com aquele Q de qualidade que brasileiro tem para fazer música.

Calma eu não estou falando que brasileiro só faz música ruim, sei que tem muitos músicos infelizes aí que geralmente não conseguem o mesmo reconhecimento, porque a mídia brasileira (que faz a política do pão e circo), só está interessada em divulgar músicas do povão, geralmente aquelas que "esquentam" o ambiente, músicas com letras bem pornográficas que é uma boa pedida para uma orgia, ou então é aqueles pagodes ou samba que te dão aquela vontade de encher a cara, ficar falando "merda" e esquecer dos problemas e se iludir pensando que a vida é pura felicidade, pois enquanto você dança e pula escutando Latino, axé, samba e pagode o governo está com o seu dinheiro rindo de você otário.

Então voltando ao que interessa, um vlogueiro (ou vlogger ou YouTuber), chamado Caue Moura do canal /DesceALetra fez uma paródia criticando a versão lixo feita pelo cantor (de playback) Latino, e após a divulgação da paródia o Latino postou em seu Twitter que iria processar o Caue Moura pelo vídeo.





Agora vários outros vlogueiros estão fazendo vídeo contra a versão lixo do Gangnam Style feito pelo Latino, ao meu ver misturou o ódio que as pessoas já tinham a tempo de músicas com letras de putaria (vide o ódio das pessoas por funk e axé), e pessoas querendo processar a internet, quem acompanhou o caso da Cidinha Campos sabe do que eu estou falando.

Aí você se pergunta, por que fazer isso? Tem tanto funkeiro que faz letras até piores.

Se você quiser detalhes, sugiro acessarem o site www.NãoSalvo.com.br, lá tem um bom motivo para isso, o cara (Latino), não apenas fez uma versão lixo, mas acho que aqui no Brasil já está saturado de músicas com putaria nas letras, e se você está de "saco cheio" de músicas chatas assim, aceite o desafio do site NãoSalvo. :)


Que lixos assim fiquem na TV e na Rádio, quem tem internet tem poder de escolha, quem tem TV e Rádio ou assiste merda ou assiste bosta, quem tem Rádio ou escuta peido ou escuta arroto!

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Beleza Interior


Sua carne e seus ossos são lindos...

Estou aqui pronta, venha me comer,
quero fazer parte do seu corpo,
alimente o seu alimento.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O Sonho



Quando eu abri os olhos eu vi o meu pesadelo,
minha vida era a mesma de todos a minha volta,
minha mente olhava para o futuro,
e nele nada de interessante havia,
apenas o que já havia sido vivido,
os acontecimentos e sons se repetem diariamente,
não há nada mais para vivenciar.

sábado, 15 de setembro de 2012

Pessoas Descartáveis


Eu vi pessoas presas dentro de uma embalagem,
Como uma proteção para sua carne evitando derramar sangue,
A exibição expõem sua insegurança,
A palavra é a linha que prende seus fantoches,
Você fala o que as pessoas querem ouvir,
Você faz o que as pessoas querem ver,
Você agrada os olhos e ouvidos delas,
Você ganha a confiança delas,
Agora você é o proprietário delas.


quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Teatro da Vida



Eu valorizo e prezo por uma boa aparência,
Meu corpo é a fantasia que eu uso para atrair minhas vítimas,
Minha pele esconde a carne em decomposição e o fedor dentro de mim,
Eu mostro para as pessoas aquilo que não sou,
Eu agrado os outros para satisfazer a mim mesma,
A beleza do meu corpo esconde o monstro dentro de mim,
Eu ligo para fingir que estou com saudades,
Falo qualquer coisa para preencher o silêncio do vazio da minha vida,
Eu termino meu teatro com um beijo e um abraço.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

A Adrem

Hoje eu vou lhes contar uma história bonitinha, a história é real.

O personagem principal da história é a Adrem, ela é uma pessoa que se acha culta, tem uma postura de pessoa correta, forte, se acha normal como todo bom ser humano com uma mente limitada, que gosta de definir o que é certo, errado, bonito, feio, normal e anormal e etc, e ainda adora transmitir isso para outras pessoas.

ASSIM NASCEU ADREM




Profissional Exemplar (?)

Eu tive a infelicidade de trabalhar com a Adrem, foi bom pelo dinheiro que eu recebi, não vou negar que adoro receber dinheiro, dizer que eu adoro trabalhar é hipocrisia ou masoquismo da minha parte, mas eu faço bem aquilo que eu faço, e mostro prazer  e orgulho em trabalhar na área que trabalho. 
Mas Adrem é diferente, não mostrava o mínimo interesse em trabalhar, reclamava, tirava folga quando queria, falava mal do próprio chefe e de outros pelas costas.

Foi Adrem quem me arrumou o meu primeiro emprego, ela já me "enchia o saco" nos dias em que ela vinha até a casa onde eu moro. Ela me mandava lavar a louça, qualquer copo que eu sujasse ela me mandava limpar, tudo bem, eu realmente devia limpar, e geralmente eu limpava, porém sempre deixava para mais tarde. O problema não era ela me mandar limpar, o problema é que ela não exigia o mesmo dos outros.

Para a minha infelicidade o mesmo acabou acontecendo no local onde eu trabalhava, a Adrem exigia que eu fosse um robô praticamente, pois ela "pegava no meu pé" no jeito de eu falar, andar, sentar. O monitor do computador que eu usava ficava um pouco baixo, e se eu pedisse eu fizesse qualquer coisa para aliviar a dor nas costas, pois eu praticamente ficava olhando para baixo, ela já dava chilique, dizia que eu não podia reclamar nem nada, ela exigia o máximo de postura "correta" de mim, como eu tinha asma lógico que ela também reclamava da maneira como eu respirava as vezes, sempre tinha algum detalhe que ela procurava para reclamar.

Dentro do escritório tinha mais dois funcionários, um deles era um cara legal, o outro era um vagabundo que só ficava no Orkut, Facebook e MSN. Eu perdia as contas de quantas vezes eu me oferecia para ir comprar biscoito para a Adrem e o outro vagabundo, fora os papéis higiênicos e coisas em geral, e perdia as contas de quantas vezes pediam para o vagabundo dar uma volta para fazer compras e ele ia deixando de lado e nem fazia. Detalhe que a Adrem fazia o mesmo, ela sempre saia para pagar contas e fazia outras coisas, e não se dava nem o trabalho de comprar nada que estivesse faltando, e quando não tinha trabalho ela também reclamava que não tinha nada para fazer.

O tal vagabundo praticamente chegava no escritório achando que estava em casa, até site porno ele acessava, as vezes eu acho que ele até batia punheta na minha frente (rsrsrs), só lembro de ver ele com as mãos dentro das calças as vezes. O importante é saber que poucas vezes eu vi a Adrem chamando a atenção do vagabundo. Eu praticamente virei um fiel a Adrem, até denunciava o que rolava dentro do escritório enquanto ela não estava presente, coloquei minha reputação lá dentro em risco para ajudar ela, mas eu sabia que iria me arrepender.

Adrem A Desocupada
Ainda dentro do escritório, ambiente de trabalho. Adrem muitas vezes não estava fazendo nada, aí reclamava de falta do que fazer, e quando tinha muitas coisas para fazer também ficava reclamando.

Como meu trabalho era digitar, é normal que o teclado faça barulhos, então Adrem na falta do que fazer ficava interrompendo o meu trabalho dizendo que o barulho estava insuportável, dizia para "maneirar", situações que tiravam totalmente a minha concentração, pois eu tinha meu jeito de digitar, meu jeito de trabalhar, que por sinal era bom em comparação com o outro funcionário que ouvia dizer que errava muito e produzia menos que eu.

Adrem sempre procurava algo para reclamar, como eu tenho asma, as vezes eu chagava no escritório com uma respiração acelerada, até disso Adrem reclamava.

Profissional Exemplar (?) - 2

A humilhação feita por Adrem dentro do escritório era tanta que algumas vezes eu chegava em casa chorando (tenho minha mãe como testemunha), eu que nunca havia estudado Administração sabia que tudo aquilo estava errado, mesmo assim eu sabia que eu não tinha para onde correr, o salário era muito bom para o trabalho que eu fazia.

Nessa época o trabalho se tornou um dos principais motivos de eu querer me suicidar, era muita perseguição. Mas eu pude aprender muito com os erros dessa criatura, Adrem fez de mim uma pessoa melhor, um exemplo a não ser seguido.

Minha submissão chegou ao ponto exagerado em que eu perguntava se precisava comprar coisas para o escritório, tudo apenas para agradar Adrem, felizmente com o tempo Adrem foi ficando menos pior.

Quando se trata de trabalho em equipe, deixe tudo com Adrem, pois ela é perfeita e sabe fazer tudo sozinha melhor do que ninguém, e você ajudando com certeza só irá atrapalhar, e se você tiver uma ideia legal e nova, não perca o seu tempo compartilhando ela com a Adrem, pois a Adrem é a que tem as melhores ideias, faz tudo perfeito.

Adrem:
-Aiiiin não inventa moda....
-Aiiin não é assim...
-Aiiin não faz assim....
-Aiiin deixa que eu faço!


Adrem não tem talento nem para nada, é uma péssima profissional!


A Bipolaridade de Adrem

Adrem é um perigo a solta, e minha convivência diária no trabalho com Adrem me fez enxergar bem isso, tinha dias que eu era o queridinho dela, tinha dias que ela demonstrava estar preocupada comigo, assim como pessoas falsas que cagam e andam para você o ano todo, aí chega o seu aniversário e só falta o "grande ator" dar o rabo para você de presente.

Voltando novamente ao trabalho, um certo dia Adrem jogou na minha cara que só arrumou o emprego para agradar a minha mãe, e faltou pouco para ela não me dar um tapa na cara na frente dos dois outros funcionários, mais uma prova da falta de profissionalidade dela, acho errado levar os problemas de fora para dentro do trabalho, o mais engraçado que foi a própria Adrem que me lembrou de não levar os problemas de fora para dentro do escritório, a mesma ainda me dizia:

-Aqui eu sou Adrem, e não sua tia.

A Educação de Adrem

A Adrem é o tipo de pessoa que pensa "-sou mais velha, por isso você me deve respeito e deve aceitar a minha verdade!", não importa se você tem um argumento lógico, ela é totalmente movida pelo senso comum, ou pela péssima educação que recebeu.

Eu lembro até hoje do aniversário da filha de Adrem, que também é outra Adremzinha, uma tia minha de outro Estado veio passar uns dias em casa, minha tia deu um presente para a criatura, ela disse que não gostou, sendo que a minha tia não tinha obrigação nenhuma de dar presente a ela, primeiro porque é um parente distante, da para contar nos dedos as vezes que as duas se encontram por ano, até eu fiquei surpreso pois nem sabia que ela sabia do aniversário da filha de Adrem.

Voltando a Adrem e o trabalho, um certo dia Adrem chegou no escritório e conversou com o outro funcionário (não o vagabundo), disse que viu um menino com jeito afeminado junto com sua mãe, ela chegou se questionando:

-Hoje eu vi um menino com jeito afeminado, jeitinho de bixinha....
-Hmmm... (respondeu o funcionário fingindo estar interessado)
-Dizem que homossexualismo é doença né, sei lá deve ser algum problema, uma vez eu vi uma experiência que fizeram com gêmeos....
-Não sei... (respondeu novamente o funcionário)
Com alguns risos Adrem finalizando diz:
-Haha, porra porque não matam essas pragas, sei lá, as mães deviam procurar algum tratamento para os filhos, se eu tivesse um filho gay colocaria veneno na comida para ele morrer haha.... (diz Adrem com um tom sarcastico e ofensivo, deixando claro o seu ódio contra homossexuais)

Realmente Adrem é um exemplo a se seguir...

O lema de Adrem deve ser: "faça o que eu mando, não faça o que eu faço."



Adrem - O Monstro

Adrem é um monstro, se você achou tudo isso até agora um absurdo, vai se surpreender ao saber que ela fechou uma lanchonete porque a mesma estava começando a ser frequentada por homossexuais, isso não é boato, saiu da própria boca (mais suja que privada de banheiro público) dela, e ela disse isso para o mesmo funcionário do diálogo acima. Antes de trabalhar com ela, pelo dia-dia eu já pensava que conhecia Adrem, mas no escritório eu acabei conhecendo o monstro que ela realmente é.

Seu Ultimo Ataque (07/09/2012)

Adrem em seu ultimo ataque foi totalmente contra a lógica, pedindo para que eu fechasse uma das janelas alegando que o vento (que nem tinha) estava chegando até o quarto de minha avó, logicamente seria impossível, primeiro pela falta de vento, segundo que pela distância, até o vento (que nem tinha) chegar ao quarto da minha avó o mesmo já teria perdido a força, eu tentei explicar, mas sabe como Adrem é, uma pessoa que age sem pensar, então eu soltei todo o meu ódio verbalmente contra ela e mandei ela "se foder". Logo após isso o filho mais velho desequilibrado dela quase partiu para cima de mim, mas Adrem para fazer papel de boazinha disse para ele "deixar".

Hoje ao sair do banheiro o mesmo estava olhando com cara de malvadinho para mim. Temo que o filho desequilibrado de Adrem seja um bandido mafioso, nazista eu já sei que a família de Adrem é, resta saber se eles colocam em prática seus ideais, se Adrem realmente mataria o filho se o mesmo fosse gay, e se o filho Pitboy dela tentaria algo contra mim. (que fique aqui registrado)

Adrem - A Hipócrita

Depois do último ataque, Adrem anda contando que está chateada por saber que o motivo de eu ter mandado ela se f**** nem foi por aquele dia (14/09), mas sim pelo trabalho, pois pelo ponto de vista dela, ela me tratava com tanto carinho. Ou ela está se fazendo de vítima ou deve ser doente, se você leu tudo ou um pouco do texto, deve saber que inocente ela não era e nunca foi.

O Cinismo de Adrem

Adrem de burra não tem nada, só se faz de tolinha, ela sabe que eu não suporto nem ouvir a voz dela, mas chega se fazendo de amiguinha, de tia queridinha para cima de mim apenas para fazer o seu teatrinho para as pessoas que estão em volta, também para estragar o meu dia com a presença indesejada, ela ao invés de "ficar no seu quadrado", vem falar comigo como se nada tivesse acontecido, e as vezes ainda tem a cara de pau de me pedir favores.

Adrem é uma debochada, cínica e oportunista, usa toda e qualquer situação ao seu favor. Uma inimiga da lógica e amiga de seus subordinados, as marionetes que ela consegue manipular.

22/11/2012 - Adrem ataca novamente!

O ataque foi indireto. Chego em casa, vou abrir a "famosa janela" da escada, já reclamando, com este calor perguntando ironicamente se "vocês estão doente?", eis que minha mãe diz para não fechar porque uma (1) barata pousou nas costas de Adrem, lógico que Adrem se aproveitou e usou isso como motivo para fechar a janela para proteger a casa contra as "perigosas baratas voadoras", ou melhor, fazendo a cabeça fraca da minha mãe, Adrem com seu poder de persuasão conseguiu fazer com que ela ficasse com medo das baratas (que nem tinha). Felizmente a briga entre mãe e filho que ela certamente esperava, não aconteceu e minha mãe aceitou a realidade, sem baratas, janela aberta.

É estranho Adrem reclamar de uma baratinha nas costas, um elemento que vive falando da frescura dos outros reclamar de uma baratinha, mais uma vez mostrando que é apenas mais uma brasileira hipócrita que adora apontar o dedo para os defeitos e erro dos outros, mas não se corrige.

07/12/2012

Adrem conversando com um rapaz que veio aqui em casa colocar corrimão na escada onde tem a "famosa" janela, do nada ela fala:

"-Sou contra este negócio de diversidade, pois assim não tem como 'dar continuidade'..."

Primeiro que ela faz parte desta diversidade que ela tanto despreza, segundo que o que não falta é criança passando fome na rua abandonadas, fora as que são jogadas no lixo.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Vida Vazia



As vezes eu não vejo razão para sorrir, eu penso que em alguns momentos as pessoas percebem o quanto triste eu realmente sou. Dia após dia eu perco coisas que nunca tive, beleza, amigos, esperança e amor.

Eu não vejo razão para essa existência, apenas um pedaço de carne e ossos em decomposição...

sábado, 1 de setembro de 2012

BaixakiJogos e a falta de consideração com seus leitores

Primeiramente parabéns pela Equipe BJ (BaixakiJogos) por ter excluído o fórum, se é para "deixar as moscas" e não dar a mínima atenção então foi melhor ter deletado, assim também impede discussões e diminui os meios em que os usuários podem dar suas opiniões, já que ler as opiniões dos usuários também não é o forte de vocês.

FODA-SE SUA OPINIÃO!

O mais curioso disso tudo é que nenhum moderador que entrou ficou pelo menos três meses dando suporte ao fórum.

No fórum teve duas enquetes sobre o novo sistema de comentários, e nas duas enquetes maioria votou que não gostou e prefere comentar usando a própria conta do BaixakiJogos. Qual foi o feedback da Equipe BJ? Foi justamente a imagem que você vê acima.

Outa curiosidade é que a Equipe BJ sequer fez uma postagem falando sobre as mudanças. Lembro que antigamente quando o site não era tão popular eles faziam postagens perguntando o que os usuários acharam das mudanças, e quais mudanças queriam para o site.

Parece que a história se repete, não sei se é só no Brasil, mas odeio quando começa a entrar dinheiro no bolso ou as pessoas apenas ficam famosas e acabam mudando para pior, e é isso que eu tenho percebido com relação ao BaixakiJogos.

Agora você só tem essas quatro opções se quiser comentar, e a sua conta do BaixakiJogos deve ser excluída logo em breve.


Quem quiser mudar, aqui vai alguns bons sites de jogos com fórum, não tem só essas opções medíocres para comentar, e tem um pessoal muito mais profissional por trás das notícias, matérias, aqui vai: Eurogamer PT, UOL Jogos e GameVicio

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

BaixakiJogos agora só permite comentários via Facebook ?!

 EDIT:  está rolando uma enquete no fórum, e maioria não gostou disso: http://www.baixakijogos.com.br/forum/17/topicos/873942



Aproveitando para acrescentar que eu assim como muitos, não irei mais comentar as notícias, a falta de respeito e hipocrisia deles já estava no limite, porém agora passou, para uma equipe que diz se importar com a opinião dos leitores eles deviam no mínimo fazer uma enquete, ou eles mesmos criarem um tópico no fórum (que eles cagam e andam para o mesmo) perguntando e interagindo com os usuários sobre o que nós gostaríamos de ver em termos de mudança no site. Mas essa ignorância do BaixakiJogos não é de hoje, quem participa a tempos do fórum sabe muito bem disso.

Ainda tenho minhas dúvidas se isso tudo é desorganização, péssima administração, ou se é ignorância mesmo "-O site é nosso a gente faz o que quiser, nóis manda nessa porra!".

Convido a todos a deixar de comentar nas notícias, e se eles não arrumarem, eu espero que percam inscritos no canal deles no YouTube!

________________________________________________
Parece que agora o BaixakiJogos só permite comentários de quem possui um perfil na rede social Facebook, já não bastava a decadência do fórum deles que nem eles mesmos se dão no trabalho de moderar (nem eles gostam do próprio fórum, fato!), a foto abaixo confirma isso:


E a parte de comentários nas notícias provavelmente era a única coisa que mantinha o site, já que o resto era quase abandonado, salvo por uma minoria que se for olhar, dá para contar nos dedos a quantidade de membros ativos em outras áreas do site.

Mesmo com uns e outros reclamando de comentários apagados, eu preferia acreditar que estes tinham violado algumas das normas do site, ou tinha sido bug, eu tinha um grande respeito pelo site, sempre achei eles bem humildes, acompanho o BaixakiJogos a muitos anos, eu notava que eles se esforçavam para serem reconhecidos como outros portais de jogos.

Espero que seja apenas uma falha e esqueceram de por a opção de comentar com a conta do BaixakiJogos, pois isso torna uma conta no site completamente inútil, ninguém vai querer participar de outras áreas que nem mesmo os moderadores se dão o trabalho de ajudar adicionando conteúdos.

Será que eles receberam algo ($$) do Facebook por isso? Pois isso praticamente obriga as pessoas a criarem uma conta no Facebook para adicionar um comentário nas notícias, inclusive já andei fuçando e tem  pessoas que só criaram um perfil no Facebook para comentar.


Bullying = Humor Negro

O bullying nada mais é que humor negro, da mesma forma que muitas pessoas se divertem e riem quando uma pessoa escorrega e cai de bunda no chão, uma pessoa se diverte ridicularizando a outra, usando termos pejorativos.


O bullying nada mais é que uma diversão ou uma piada, e muitas pessoas acabam praticando sem perceber, isso acontece porque somos educados de formas diferentes, seja por influência de amigos, família ou a mídia.



No Brasil evidentemente maior parte da má influência vem da mídia, enquanto nossos programas de humor te colocam na posição de ridículo a tendência é que o mundo a sua volta te ache ridículo, e dependendo de pessoa para pessoa uma simples piada pode ter repercussões diferentes. Acredito que em outros países essa má influência também venha da mídia.

Logo no início do texto eu escrevi "muitas pessoas se divertem e riem quando uma pessoa escorrega e cai de bunda no chão", isso é notável principalmente em programas como Domingão do Faustão da Rede Globo (se é que ainda existe isso), neste programa de vez em quando o apresentador exibe uma série de vídeos com conteúdos de acidentes domésticos. Tem também (ou tinha) o Zorra Total, o programa é um show de ofensas contra culturas diferentes, a falta de criatividade em criar uma piada inteligente, ou até mesmo esculhambar tudo (como fazia Hermes e Renato da MTV) é tanta, que eles apelam para xenofobia e preconceitos em geral, as piadas são coisas típicas como loira burra, ou mostrar a mulher apenas como um objeto de desejo e que não pensa, o homem que tem que agir como "machão", mas não age e é ridicularizado, ou contrário o homem como um Don Juan.



Tudo que você precisa saber é que as piadas da mídia geralmente estão ligadas diretamente ao comportamento ou aparência das pessoas. O problema é como as pessoas interpretam isso, da mesma maneira como até mesmo um adulto as vezes compara o mundo real com uma novela, uma criança pode crescer achando ridículo determinado comportamento, cultura ou situação. E com certeza elas irão passar essa visão distorcida para outras pessoas.



Piadas são boas, quando a intenção é fazer as pessoas rirem, e não se sentirem ofendidas, ridicularizadas, humilhadas e excluídas.


quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Por que o Galaxy Note é um sucesso?

O sucesso do Galaxy Note é muito óbvio, o mercado tecnológico está cada vez mais competitivo, e as pessoas hoje em dia buscam "tudo em um".

O Galaxy Note é ideal para quem tem dúvidas entre um Tablet ou um Smartphone, isso porque ele é dois em um.
Confesso até que essa ideia demorou para ser aplicada, tem coisas tão óbvias que demoram para serem feitas, só faltava unir duas funcionalidades em uma peça só.



O que me levou a fazer este post não é querer me achar "-olha eu tenho um Galaxy Note sou foda!", ou simplesmente fazer propaganda do produto, mas sim responder indiretamente aqueles que dizem que o Galaxy Note foi uma aposta arriscada da Samsung, que no meu ponto de vista está longe de ser uma aposta arriscada, mas sim um acerto, pois ele é tudo que o consumidor busca hoje em dia. E aqueles que ainda tem em mente que celular só serve para telefonar cedo ou mais tarde irão acabar se rendendo as novas tecnologias, é inevitável, sabe por que?

Primeiramente por questões de preservação da natureza. Para que eu vou comprar um celular, depois comprar um tablet, depois comprar um videogame portátil, depois comprar um leitor de livros digitais, agenda, etc. Se eu posso ter essas e outras funcionalidades em um só aparelho e muito mais? Claro que tem a questão de custo, certamente quanto mais funcionalidades, mais caro o produto será, mas é só questão de tempo. Quem não se lembra quando um celular que vinha jogos como Snake era só celulares de ricos? Hoje em dia você encontra celulares até melhores por menos de 50 reais que esses que antigamente custavam em torno de 100 a 200 reais, tudo é questão de concorrência.

Por mais que ainda tenha pessoas que digam que celulares só servem para fazer e receber ligações, certamente muitas dessas pessoas carregam em mãos um celular que é capaz de fazer muito mais que isso. Eu sou uma dessas pessoas, que durante muito tempo vivia dizendo que celular só servia para fazer e receber ligações.

Uma prova de tudo isso são as vendas fracas do videogame portátil Nintendo 3DS e PlayStation VITA, as duas empresas foram muito corajosas em lançar seus portáteis visto que o mercado de Tablets e Smartphones tem ganhado muita força, prova também que o público gamer de portáteis não buscam gráficos monstruosos, mas sim diversidade de jogos mais simples, que foi o que fez do Nintendo DS um sucesso.


No Futuro!

Eu considero o Galaxy Note apenas uma demonstração sutil do que está por vir no futuro, e eu venho dizendo isso muito antes de ter um Galaxy Note.



Voltando na questão ambiental, imagine se todos os livros, cadernos, todo material didático fosse um simples Tablet? Iria reduzir o peso carregado na mochila, reduzir o consumo dos recursos naturais, afinal um Tablet iria servir por no mínimo cinco anos, enquanto um caderno, livro de exercícios não, até mesmo a stylus poderia substituir lápis, caneta, giz de cera.

Algumas coisas obviamente jamais conseguirão substituir uma obra prima natural, por exemplo, não tem como dizer que uma pintura em um Tablet irá ficar mais bonito que uma pintura feita com tinta de verdade, assim como um teclado musical jamais irá conseguir simular tão perfeitamente uma orquestra toda tocando, mas certas coisas como um simples texto escrito em um Tablet ao invés de um caderno pode sim substituir o papel e o lápis ou caneta.


quinta-feira, 9 de agosto de 2012

O "Kit-Gay"

Novamente o assunto voltou a ser debatido em redes sociais, e os mesmos argumentos, o mesmo "blablabla" de ambas as partes voltou.

Desta vez vou apenas resumir não o que eu penso, mas o que eu tenho certeza sobre o assunto "homossexualidade", e o que eu penso sobre os comentários contra o tal "kit".

Bom eu venho acompanhando a anos em redes sociais o assunto "homossexualidade" e outros relacionados, entre eles o tal "kit-gay".

Primeiramente vamos deixar de hipocrisia, essas pessoas que falam "-as pobres criancinhas inocentes", não passam de hipócritas, pois eu já fui criança como todo mundo, e desde os meus 7 anos eu já tive contato com esse mundo pornográfico, já sabia um monte de palavão, mentir entre várias coisas, era apenas mais um capetinha no mundo, porém ainda sim eu tinha o meu lado ingenuo e inocente, mas nessa época ainda cerca de 1997 as crianças ainda eram crianças, diferente de hoje que uma criança com 15 anos já sabe mais que um adulto. Isso é resultado da era em que vivemos, a era da informação, do conhecimento.

Outra hipocrisia bem comum é dizer "-não tenho nada contra homossexuais, porém...", essa frase já se tornou popular entre os homofóbicos, uma vez que uma pessoa levanta um debate, ou faz algum tipo de protesto indiretamente contra a pessoa é sim homofóbica, temos um exemplo bem comum abaixo:

http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=44944&tid=5773201396778680311

Deixo claro que isso não é uma análise do "kit-gay", mas sim uma análise da reação das pessoas em relação ao "kit" e a homossexualidade. Tem gente que insiste em dizer que não existe homofobia no Brasil, ou que essa história de homofobia é um exagero. Mas basta dar uma breve pesquisada no Google para notar o quanto a homossexualidade incomoda as pessoas, sendo que a mesma não é nada de tão negativo que precise de tanto questionamento.

Eu não devia dar credibilidade a fonte que o autor do tópico postou "Família Bolsonaro".


Mas fazendo uma análise do livro que foi postado no blog Família Bolsonaro (rsrs), eu não vi nada de mais, apenas acho que tem muitos termos que acho que uma criança não iria entender, bom mas já é um começo, como os infelizes não se deram ao trabalho de postar o resto (só pegaram as partes que lhes interessavam, igual um crente que nem lê toda a bíblia, só lê o que lhe interessa), espero poder ler em breve para fazer uma análise melhor.

E por que será que as pessoas não falam nada de batismo?


A criança acaba de nascer, nem consegue abrir os olhos direito, e já querem "impor" suas crenças, muitas famílias ainda passam a levar as crianças na Igreja, sem dar a ela a chance de escolha, a chance de se questionar, vive a infância com medo de ir para o "inferno", e passa a acreditar em "Deus" e rezar para não ir para o "inferno" quando morrer. Foi pelo medo que eu passei a acreditar em Deus, e foi pensando refletindo que eu deixei de acreditar.

Para finalizar como prometido no início do post, vou resumir "homossexualidade"

Homossexualidade não é doença
Não se nasce homossexual
Não se escolhe ser homossexual
Não se opta em ser homossexual
Não vira homossexual
Homossexualidade não é moda
Homossexualidade não é um comportamento ou estilo de vida

Podem discordar, pesquisar fazer o que quiserem, mas se homossexualidade fosse algum tipo de doença, ou se a pessoa nascesse homossexual, ou se a pessoa virasse homossexual, é lógico que já teriam descobrido e anunciado em várias capas de jornais, revistas, TV, rádio. Por enquanto minhas afirmações podem parecer um absurdo, mas o tempo vai confirmar suas dúvidas.

Se nossos desejos, sentimentos, sonhos podem ser resumidos em uma simples palavra, então de fato nós seres humanos não somos grandes coisas...